Como submeter artigos?


Normas para publicação de artigos

1. Submissão de um documento
2. Procedimento de arbitragem científica
3. Apresentação dos documentos
3.1. Organização das rubricas
3.2. Normas para a redação de resumos
3.3. Palavras-chave
3.4. Limites para a extensão dos textos
3.5. Gráficos, tabelas e figuras
3.6. Notas de rodapé e carateres especiais
4. Referências bibliográficas
4.1. Notas bibliográficas no texto
4.2. Exemplos de formato das referências bibliográficas segundo as normas da APA

A publicação dos artigos na revista Laboreal deve respeitar um conjunto de normas específicas, que o autor deve utilizar de modo a facilitar a leitura dos textos e a simplificar o processo de reprodução electrónica. Seguidamente encontra-se uma sistematização das mesmas.

 

1. SUBMISSÃO DE UM DOCUMENTO

O documento submetido para publicação deve ser um texto original, alinhado com a política editorial da revista e enquadrado numa das suas rubricas (cf. lista de rubricas). Poderá ser apresentado nas línguas portuguesa ou espanhola, de acordo com a formatação definida (cf. ponto 3. “Apresentação dos Documentos”).

O documento deve ser enviado sob a forma electrónica para o seguinte endereço: laboreal@fpce.up.pt

Os manuscritos enviados para a revista Laboreal deverão ser acompanhados de uma carta de solicitação, assinada pelo(s) autor(es), que explicite a intenção de submissão ou de re-submissão do texto para publicação.
Nesta carta, o(s) autor(es) garante(m) que o texto submetido e a investigação referida salvaguardaram os princípios éticos fundamentais definidos pelo Committee on Publication Ethics (COPE; ver publicationethics.org) do qual a revista Laboreal é membro.



De volta ao topo ^

 

2. PROCEDIMENTO DE ARBITRAGEM CIENTÍFICA

Após a submissão do documento pelo autor, inicia-se um processo de peritagem que envolve os seguintes passos:
 

1. Os elementos do Comité Editorial fazem uma leitura inicial do texto e analisam em que medida este se enquadra na política editorial da Revista;
2. Caso o Comité Editorial considere o texto adequado para peritagem científica, define dois peritos para realizar a sua avaliação;
3. O texto é enviado para os peritos sem a indicação do nome do autor, num processo “Double-Blinded” - nem os peritos têm conhecimento do nome do autor, nem o autor terá depois conhecimento dos nomes dos peritos;
4. Os peritos preenchem a ficha de peritagem e devolvem-na ao Comité Editorial da Revista, num prazo previamente acordado;
5. Baseando-se nos dois pareceres, o Comité Editorial elabora um documento único que envia aos autores. No caso de as peritagens serem favoráveis à publicação, este documento engloba o conjunto de modificações que devem ser introduzidas para a publicação do texto;
6. O autor envia ao Comité Editorial, dentro do prazo definido, a versão final do seu texto e uma carta onde identifica as modificações introduzidas e justifica as opções efetuadas;
7. O Comité Editorial verifica se as sugestões dos peritos foram tidas em conta pelo autor, podendo ainda exigir algumas modificações. Após este processo, define se o texto pode ser considerado aceite para edição.
8. Após o artigo ter sido aceite, o autor (se houver vários autores: cada um dos autores) assina uma Declaração em que certifica o carácter inédito do artigo assim como autoriza a sua publicação (declaração disponível para download em PDF). Esta declaração é enviada por correio eletrónico (depois de devidamente preenchida e assinada) ou através de correio postal para a morada da Laboreal e arquivada nos dossiês da Revista.
9. Todas