Artigo incluído na revista Volume V :: No.1 :: Julho 2009

Dossier Temático

Segurança e Saúde Laboral, segurança industrial: desafios de um enfoque de prevenção sustentável

Cecilia De la Garza1 & Mario Poy2
(1) Electricité de France, Département R&D Management des Risques Industriels
1 Av. Général de Gaulle
92140 Clamart, France
cecilia.de-la-garza@edf.fr
(2) Universidad de Palermo
– Fundación Social Aplicada al Trabajo
Geronimo Salguera
1351 – 1177 Buenos Aires, Argentina
mpoy@fusat.org
Resumo

Discute-se neste artigo o que poderia ser uma prevenção “sustentável” em diferentes sistemas sócio-técnicos de trabalho nos quais existem problemas de segurança e higiene laboral ou de segurança industrial. Propõe-se assim definir a segurança sustentável e desenvolver os enfoques de prevenção que têm o objectivo de contribuir para essa segurança, através de dois estudos realizados um na Argentina e outro em França. Um dos casos aborda a segurança segundo um enfoque de tipo “reactivo” relativamente à ocorrência de um evento crítico. O segundo aborda-a segundo um enfoque de tipo “proactivo” em relação à ocorrência de um evento crítico, intervindo na concepção da futura situação profissional. Ambos os enfoques são necessários e complementares para o desenvolvimento de uma prevenção sustentável no âmbito laboral com o propósito de antecipar os riscos desde as primeiras etapas da concepção, e de utilizar a análise dos acidentes como uma retroalimentação para melhorar a concepção. Contudo, uma verdadeira prevenção sustentável deveria basear-se no enfoque de tipo “proactivo”, apoiando-se na análise ergonómica do trabalho como ferramenta para identificar e antecipar os riscos inerentes a uma situação profissional.

Palavras-chave segurança sustentável; prevenção sustentável; concepção segura; segurança reactiva/proactiva; acidente.