Artigo incluído na revista Volume XI :: No.1 :: Julho 2015

Pesquisa Empírica

Ingresso, permanência e abandono na profissão de motoboys: constituição de si e da profissão

Thiago Drumond Moraes1, Roseane Vargas Rohr2 & Milton Athayde3
(1) Núcleo de Estudos e Intervenção em Trabalho e Saúde (NUTRAS)
Programa de Pós Graduação em Psicologia
Departamento de Psicologia
Universidade Federal do Espirito Santo (UFES)
Av. Fernando Ferrari, 514
Vitória - ES
Brasil
thiago.moraes@ufes.br
(2) Grupo de estudos e pesquisas em Arte, Ciência e Cuidado em Saúde 
Departamento de Enfermagem - Centro de Ciências da Saúde
Universidade Federal do Espirito Santo (UFES)
Av. Marechal Campos, 1468
Vitória - ES
Brasil
roseane.ufes@gmail.com
(3) Grupo de Pesquisa Actividade
Instituto de Psicologia - Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Pesquisador do CNPq
Rua Duvivier, 18, ap. 601, Rio de Janeiro – RJ
Brasil
athayde.milton@gmail.com
Resumo

O reduzido número de pesquisas sobre motoboys investigou as condições e formas de organização do trabalho e seus efeitos sobre trabalhadores. Pouco se pesquisou sobre as características das pessoas que exercem a profissão. Assim, objetivou-se analisar o ingresso, permanência e abandono do trabalho nesta profissão e seus efeitos subjetivos e coletivos. Trata-se de estudo quanti-qualitativo, envolvendo 189 motoboys, realizado por meio de instrumentos e técnicas de investigação com orientação da Ergologia, mobilizando abordagens da Ergonomia da Atividade, Psicodinâmica do Trabalho e Clínica da Atividade. Os resultados revelam aspectos contribuintes para o ingresso, abandono ou permanência na profissão: características do trabalho, condições de vida dos trabalhadores, rede de relações pessoais e sociais e possibilidade de produção de si por meio do trabalho. Concluiu-se que a diversidade de trajetórias profissionais dificulta a consolidação do coletivo profissional, requerendo de órgãos públicos políticas de formação, promoção da saúde e qualidade de vida no trabalho.

Palavras-chave motoboy, profissão, coletivo de trabalho, constituição de si, acidentes de trabalho..