Warning: **###***^^^^^Session server full or temporary disconnection, please retry again later...^^^^^***###** in /ud121/services/laboreal/site/api/startup_api.ud121 on line 117 Entrevistas de auto-confrontação: um método na clínica da actividade - Volume III :: No.1 :: Julho 2007 - Laboreal_Uma plataforma virtual sobre o trabalho real
Artigo incluído na revista Volume III :: No.1 :: Julho 2007

Instrumentos De Investigação

Entrevistas de auto-confrontação: um método na clínica da actividade

Gabriel Fernández1 & Yves Clot2
(1) Conservatoire National des Arts et Métiers (CNAM), 41, rue Gay Lussac, 75005 Paris, France
fernandez@cnam.fr
(2) Conservatoire National des Arts et Métiers (CNAM), 41, rue Gay Lussac, 75005 Paris, France
clot@cnam.fr
Resumo

Apresentamos uma metodologia de co-análise do trabalho e um método associado a que chamamos autoconfrontação cruzada. A metodologia repousa fundamentalmente sobre a distinção entre actividade realizada e o real da actividade. O nosso objectivo é identificar os desenvolvimentos possíveis da actividade para eventualmente a transformar no seu curso. O método consiste em três fases. A primeira é uma fase de construção, com o colectivo, de uma concepção da sua própria actividade. A seguinte é a fase de registo em vídeo das sequências de actividade, seguida dos comentários produzidos em autoconfrontação simples e cruzada. A terceira fase é a da apropriação pelo colectivo dos diálogos profissionais produzidos na autoconfrontação. Os resultados que obtivemos com a ajuda desta metodologia própria da clínica da actividade, permitem-nos abordar a saúde enquanto poder de acção do colectivo de trabalho e de cada um dos seus membros.

Palavras-chave clínica da actividade, análise do trabalho, autoconfrontação cruzada.