Artigo incluído na revista Volume IV :: No.1 :: Julho 2008

Revisão Temática

Atividade humana e gestão da saúde no trabalho: Elementos para a reflexão a partir da abordagem ergológica

Eliza Echternacht1
(1) Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Antônio Carlos 6627 - Campus Pampulha, Escola de Engenharia - Departamento de Engenharia de Produção, sala 3103 - Laboratório Produção e Saúde,
Belo Horizonte, Minas Gerais
eliza@dep.ufmg.br
Resumo

Este estudo objetiva refletir sobre as perspectivas de ampliação dos campos de possibilidades preventivas sobre os impactos dos atuais modos de viver e trabalhar na saúde das populações trabalhadoras. O caminho percorrido referencia-se na abordagem ergológica, em seus esforços de compreensão do trabalho humano a partir do conceito de atividade. Situando-nos no contemporâneo contexto sócio-técnico global, partimos da constatação empírica da ineficiência das atuais práticas preventivas e nos guiamos através da hipótese da insuficiência dos modelos hegemônicos de investigação das relações saúde-trabalho diante da complexidade do problema. Procuramos neste percurso pensar as relações entre a gestão da saúde no trabalho e a construção dos saberes sobre o trabalho. Nossas conclusões apontam para a necessária incorporação dos sujeitos do trabalho na construção dos saberes necessários à compreensão da singularidade das situações de trabalho nas diversas configurações sócio-técnicas como condição para o alcance de uma eficiência preventiva.

Palavras-chave produção, atividade humana de trabalho, gestão da saúde no trabalho, confrontação de saberes, abordagem ergológica.