Artigo incluído na revista Volume XII :: No.1 :: Julho 2016

Instrumentos De Investigação

As luvas antivibráteis: uma via de prevenção eficaz e aplicável?

Alice Turcot1 & Michel Lehoux2
(1) Institut national de santé publique du Québec
945, ave Wolfe
Québec, Canada, G1V 5B3
alice_turcot@ssss.gouv.qc.ca
(2) Centre intégré de santé et des services sociaux de Chaudière- Appalaches
1637, rue Notre-Dame Est Thetford Mines
Québec, Canada, G6G 2V3
michel.lehoux@ssss.gouv.qc.ca
Resumo
O uso de luvas antivibráteis faz parte das medidas preventivas preconizadas para reduzir a exposição às vibrações mão-braço. Mas o que sabemos da eficácia daquelas luvas e da sua aceitabilidade pelos trabalhadores?
 
Uma análise da literatura foi realizada em Medline (PubMed) e EBSCOhost, para os anos de 1970 até 2014. Um estudo de terreno recorrendo a questionários e entrevistas foi desenvolvida com 30 trabalhadores que foram convidados a usar luvas antivibráteis durante um curto período para cada par de luvas.
 
Vinte e três (23) questionários relativos ao conforto e aos obstáculos do uso de luvas antivibráteis foram completados. Doze (12) entrevistas individuais foram analisadas. 
 
Os dois tipos de luvas propostos foram considerados desconfortáveis e perturbadores a execução do trabalho para vários trabalhadores. A análise da literatura revela ainda que a eficácia das luvas na atenuação das vibrações é fraca.
 
A redução da exposição às vibrações mão-braço, pelo uso de luvas antivibráteis, não é demonstrada. Para os trabalhadores, os maiores obstáculos são relativos a uma diminuição da destreza, ao desconforto e a uma perturbação na execução do seu trabalho.
Palavras-chave vibrações mão-braço, luvas antivibráteis, exposição, equipamento de protecção individual.