Artigo incluído na revista Volume IV :: No.2 :: Dezembro 2008

Pesquisa Empírica

A Terceirização no Brasil: velho e novo fenômeno

Graça Druck1 & Tânia Franco2
(1) Centro de Recursos Humanos,
Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas,
Universidade Federal da Bahia, Brasil
CNPq
druckg@gmail.com
(2) Centro de Recursos Humanos,
Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas,
Universidade Federal da Bahia
franctania@uol.com.br
Resumo

O objeto do artigo é a terceirização hoje no Brasil. Discute-se o processo de flexibilização e precarização do trabalho no Brasil, tendo por objeto de estudo, a terceirização/subcontratação, enquanto uma das principias políticas de gestão e organização do trabalho no quadro da reestruturação produtiva. Apresenta uma síntese do processo de terceirização/subcontratação nos últimos anos no país, em suas velhas e novas modalidades, e analisa os resultados empíricos recentes sobre a terceirização/subcontratação em empresas industriais com alto risco ambiental e para a saúde dos trabalhadores, na Região Metropolitana de Salvador/Bahia/Brasil, assim como indica as principais formas de resistência e contra-poderes construídos contra a precarização do trabalho e à terceirização.

Palavras-chave trabalho, precarização, terceirização (sub-contratação).