Artigo incluído na revista Volume XI :: No.1 :: Julho 2015

Importa-se De Repetir...?

A linguagem e o trabalho – Aproximação entre a abordagem ergológica e os estudos da linguagem

Cecília Souza-e-Silva1 & Ana Raquel Motta2
(1) Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada aos Estudos da Linguagem/ CNPq
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Rua Monte Alegre, 984, Perdizes
São Paulo
Brasil
cecilinh@uol.com.br
(2) Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada aos Estudos da Linguagem/ FAPESP
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Rua Monte Alegre, 984, Perdizes
São Paulo
Brasil
anaraquelms@gmail.com
Resumo

Uma das contribuições mais recentes de Schwartz, centrada sobre os aportes da ergologia à epistemologia, instaura uma nova maneira de abordar a questão dos campos, das disciplinas e dos conceitos. Sobre o eixo que vai da disciplina ergológica à disciplina epistêmica, há vários níveis de epistemicidade. Postulamos que a linguística ocupa um lugar híbrido em relação a essas epistemicidades. Este ponto de vista será desenvolvido em quatro partes: Fonética Articulatória e Acústica; Estruturalismo; Gramática Normativa e Abordagens Enunciativo-discursivas.

Palavras-chave ergologia, epistemologia, linguística, níveis de epistemicidade.