Artigo incluído na revista Volume XII :: No.2 :: Dezembro 2016

Arqueologia Do Conhecimento

A atualidade do modelo operário italiano nas lutas pela saúde no trabalho

Laurent Vogel1
(1) Unité ´Conditions de travail, santé et sécurité´
European Trade Union Institute (ETUI)
Bd du Roi Albert II, 5
1210 Brussels, Belgium
lvogel@etui.org
Resumo

Denomina-se por “modelo operário italiano” um conjunto de práticas e de análises que, a partir dos anos 60 do século XX, transformaram profundamente a abordagem tradicional da saúde no trabalho. Nascido a partir de mobilizações em grandes empresas, esta experiência esteve igualmente na origem de um questionamento das disciplinas especializadas no domínio da saúde e segurança no trabalho. Se o mundo do trabalho mudou significativamente, alguns elementos essenciais do modelo operário italiano configuram ainda um contributo válido nas respostas aos problemas atuais de saúde e segurança no trabalho. Um balanço crítico permite também identificar alguns dos seus aspetos negligenciados ou limitações.

Palavras-chave história da saúde e segurança no trabalho, participação dos trabalhadores, sindicalismo, luta de classes.